Olá, pessoal!

Sejam bem-vindos ao Blog da Biblioteca Infantil do Museu Imperial: a ROCAMBOLE! Estou muito alegre e orgulhoso em apresentar para vocês este espaço cheio de novidades. Meu nome é Rocambole, o mesmo do meu bisavô, um importante cachorro que viveu bem antigamente. Sabem por quê? Já conto! Meu bisavô Rocambole foi cachorro de estimação da princesa Isabel e com ela viveu bons e animados momentos. Nas histórias de minha família se conta que o que ele mais gostava era ouvir a princesa tocar piano e ficar ao seu lado enquanto ela lia. E como a princesa gostava de ler! Lia tanto que até meu bisavô passou a admirar as histórias dos livros dela.

Como meu bisavô, eu também gosto muito de ouvir histórias. Com elas posso conhecer vários lugares, animais e pessoas diferentes, aprender coisas novas, me divertir... Quando leio ou ouço uma história é como se eu estivesse fazendo uma interessante viagem. E é por isso que estou aqui para apresentar este Blog a vocês e convidá-los a participar das atividades da Biblioteca Rocambole, lugar onde todos também poderão fazer “viagens” encantadoras. Neste espaço vocês ficarão por dentro da programação da Rocambole, terão dicas de livros e autores interessantes, poderão trazer sugestões para a nossa Biblioteca, entre muitas outras atividades. Estarei sempre por aqui para contar as novidades da Rocambole e espero encontrar todos vocês muitas e muitas vezes.


sexta-feira, 26 de maio de 2017

Hora do Conto e Oficina Criativa

Ontem, no dia 25 de maio os alunos do CEI Célia Lobo Paulo estiveram na Biblioteca Rocambole. A Hora do Conto dessa tarde foi realizada com o livro "De bem com a vida", de Bia Hetzel.



O livro conta a vida de Mel, uma gatinha linda e muito mimada. O que Mel não esperava era que um dia Bia, sua dona, iria chegar em casa com uma outra gata. Mel ficou enciumada, afinal, sempre teve a atenção da Bia direcionada apenas para ela. 

Depois da contação da história, as crianças uniram as duas gatas num lindo desenho feito por elas. Ilustrando o que Mel percebeu no final da história: que o melhor é viver todos em harmonia.





quinta-feira, 25 de maio de 2017

Hora do Conto

Na tarde do dia 24 de maio os alunos da Escola Municipal Professor Josemar Contage participaram da Hora do Conto.

O livro utilizado foi "Chapeuzinho Amarelo", de Chico Buarque.


O livro conta a história de uma menina que não brincava, não dormia por causa dos medos que tinha. Alguns medos eram até improváveis de se imaginar. Dentre os medos está o medo de descer e subir escada, medo do sol e medo até de brincar de amarelinha!

Durante a contação os alunos aproveitaram os medos da Chapeuzinho e também falaram sobre seus medos. Na Rocambole, conheceram outros livros, divertiram-se com os jogos e brinquedos, o medo, passou longe.





sexta-feira, 19 de maio de 2017

Lançamento de obra literária

Em comemoração a 15ª Semana de Museus, no dia 18 de maio os alunos da Escola Municipal Monsenhor Gentil e da Escola Municipal Maria Campos  da Silva estiveram na Biblioteca Rocambole e participaram do lançamento do livro "Tenho monstros na barriga", de Tonia Casarin.


Tonia é formada em Administração pela PUC-Rio e mestre em Educação pela Teachers College em Columbia University, Nova York, Estados Unidos. O livro é a concretização de duas grandes paixões: as crianças e as emoções.

O livro fala sobre o Marcelo, uma criança que vivia sentindo coisas estranhas na sua barriga, e como foi o reconhecimento desses monstros para ele. Monstros estes que até para os adultos é difícil de verbalizar.

Após a contação da história, as crianças participaram de uma oficina criativa. A tarefa de cada criança era criar o monstro que mais estava presente no seu cotidiano. Algumas crianças fizeram o monstro da insegurança, outras, o do amor.

Além disso, os alunos tiveram um momento de conversa com a autora! As perguntas foram as mais diversas possíveis, desde a escolha do nome do livro até de que maneira a família dela participou na realização desse desejo.





terça-feira, 16 de maio de 2017

Dia das Mães

Ser mãe é ter energia suficiente para sempre amparar seus filhos, é ter um olhar delicado sobre suas dúvidas e sonhos, é abraçar o mundo somente para abraçar um filho que se encontra longe. 

Obviamente que esse sentimento de carinho e  atenção quase mútua não se restringe apenas às mulheres, mas em homenagem ao dia das Mães, fica sugerido a leitura do livro "Amo você mãe", de Lídia Maria Riba.



Classificação etária: a partir de 8 anos (amarelo - 280)